Ilhéus

A história de Ilhéus tem origem na época das capitanias hereditárias, quando o nome de São Jorge dos Ilhéus foi dado ao local como homenagem ao donatário da capitania e devido à quantidade de ilhas locais.

 

Ilhéus tem o mais extenso litoral da Bahia, sendo as praias mais concorridas a Praia do Norte, Canabrava, Cururupe, Back Door, Batuba e a Praia da Concha.
A Baía de Ilhéus é uma enseada onde ficava o antigo porto, de onde saía o cacau exportado até os anos 50, e hoje é um ótimo lugar para se praticar esportes náuticos.
Ao sul de Ilhéus, está a Estância Hidromineral de Olivença, famosa por fontes de águas medicinais e que também oferece as belas praias do Balneário de Tororomba e festas populares tradicionais.
A Lagoa Encantada é uma área de proteção ambiental, cercada de cachoeiras, grutas e da Mata Atlântica, e abastecida por diversos ribeirões, fazendo deslocar por seus 15 km2 ilhotas de vegetação flutuante, que, aos olhos da população local assemelham-se a mulas-sem-cabeça, lobisomens e outros seres místicos, originando, assim, o nome do lugar.
Ainda nas imediações da Lagoa Encantada, em alguns trechos do Rio Almada, encontram-se várias quedas d'água de até seis metros de altura, que criam profundos buracos nas rochas. São chamadas de Caldeiras ou Saltos do Almada e podem atingir até 4 metros de profundidade.

 

Mas Ilhéus não é só sol, mar e belezas naturais.
Considerada a atração principal da cidade, a Catedral de São Sebastião, é um templo com vitrais artísticos, abóbadas e colunas no estilo neoclássico. O Convento e Igreja de Nossa Senhora da Piedade possuem em sua área um colégio que funciona desde 1916, e a Igreja possui um sacrário riquíssimo, sendo um belo exemplar da arquitetura neogótica.
Ilhéus é também cenário de várias histórias de um dos maiores escritores da literatura mundial, o baiano Jorge Amado. Parte viva da sua obra, Ilhéus tem pontos turísticos que ficaram famosos nos livros e adaptações para TV, como o Bar Vesúvio, com mesas na calçada e o cabaré Bataclan, hoje um centro cultural. Abriga também a Casa de Cultura Jorge Amado, que funciona na residência onde viveu o consagrado escritor, um palacete neoclássico de 1928.
Na primeira fábrica de chocolate artesanal do Nordeste se pode conhecer a produção e algumas fazendas de cacau oferecem visitas guiadas que apresentam todo o ciclo do fruto, desde sua plantação até os processos realizados após a colheita.
As mais antigas construções de Ilhéus estão preservadas no povoado do Rio de Engenho, tombado pelo IPHAN, com patrimônio anterior a 1550, como as ruínas da fazenda de Santana, uma das mais antigas do país.

 

Ilhéus está no Litoral Sul do Estado da Bahia, na chamada Costa do Cacau, e o acesso pode ser realizado pela BR101, BR415, BR324 e BA262. O Aeroporto Jorge Amado com vôos regulares para capitais brasileiras.